coaching3-659x350

 

Nós já explicamos aqui no blog alguns dos prejuízos causados pelo turnover. No post de hoje daremos continuidade às dicas para diminuir a rotatividade da sua equipe.

 

Para saber se a rotatividade na sua empresa está alta é necessário avaliar os índices de saída e de pessoas contratadas. Quando o número de saídas é superior ao de contratações, é sinal de que medidas precisam ser tomadas antes de afetar outros indicadores. As más contratações são exemplos causados pelo turnover e que não são consequências do mau gerenciamento de uma equipe já formada.

 

Fique atento ao setor de RH!

 

A partir do momento em que o gestor ou responsável  não leva em conta os valores e cultura da empresa na hora da contratação, não leva em consideração requisitos exigidos, não confere as referências ou ainda comete equívocos em alguma outra etapa no processo de seleção, o risco de inserir pessoas com características indesejadas na organização é alto.  

 

É importante ressaltar a importância de um bom planejamento e atenção no setor de recursos humanos. O RH é fundamental para o crescimento do negócio. Por isso, contratar profissionais fora do perfil e sem as habilidades necessárias comprometem a credibilidade do setor e geram custos indesejáveis. Isso sem falar no mal estar na empresa capaz de comprometer os resultados na organização.

 

Invista em treinamentos

 

É indiscutível: a capacitação interfere diretamente na produção. Profissionais que visam a excelência almejam o crescimento contínuo e sucesso na carreira. Por isso, para manter talentos na empresa e reduzir o turnover é preciso planejamento por parte dos gestores para treinar toda a equipe.

 

Ao dar início ao planejamento, é preciso seguir alguns critérios como: capacitar os funcionários recém-contratados; identificar quem são os colaboradores com mais oportunidades e quais são os setores com queda significativa nos resultados; ter em mente o valor disponível para investimento; entre outros.

A produtividade, motivação, absenteísmo e crescimento favoráveis são indicadores de empresas que treinam o seu pessoal. Por isso, é imprescindível o investimento em recursos humanos.

 

Agora que você conheceu mais estratégias para reduzir o turnover em sua empresa, que tal começar maio com o pé direito?

 

Post Solution

 

Sabe quando recebemos uma notícia inesperada? A tendência é reagirmos de alguma forma. Tudo depende se for uma notícia boa ou ruim. No caso do feedback, o processo entre emissor e receptor é exatamente o mesmo.

 

Nas empresas, a prática do feedback é comum para solucionar problemas e aprimorar as habilidades dos funcionários. É importante ressaltar que o modo como o feedback for aplicado pode trazer resultados positivos ou negativos.

 

Afinal, o que é feedback?

 

O feedback nada mais é do que uma avaliação do desempenho na realização de um trabalho individual ou em grupo. O método é considerado pelos profissionais como a melhor maneira de medir desempenho.

 

A prática é uma tendência global no mundo corporativo. As empresas têm investido cada vez mais em treinamentos para preparar os seus gerentes. Tudo para dar a seus funcionários um feedback aberto, construtivo e contínuo.

A ideia é promover um diálogo transparente entre empresa e colaborador. Assim, é possível definir metas flexíveis e redefinir o desempenho para contribuir com o sucesso em equipe e, consequentemente, da empresa.

Dicas para aplicar o feedback ideal

Nesses casos, a imparcialidade é fundamental. Descreva detalhadamente o comportamento ou acontecimento que merece atenção sem fazer juízo de valores. Além disso,seja específico e evite generalizar. Tenha em mente aquilo que deve ser melhorado ou aprimorado.

Outro ponto importante é pensar no colaborador. Por isso, faça do feedback um  hábito e ajude a tornar a prática algo positivo, bem recebido e não imposto.

Para evitar esquecimentos, dê o feedback rapidamente logo após um acontecimento. Fique atento se de fato o funcionário entendeu as informações transmitidas e se as observações foram absorvidas.

Com a prática do feedback você promove a melhoria da comunicação e relacionamento entre empresa e colaborador. A prática é responsável por alinhar o comportamento do colaborador ao grupo e contribui para a melhoria dos resultados.

 

desenvolvimento-de-equipe

 

 

As pessoas são o capital mais importante da sua empresa. Esta é uma frase que, provavelmente, você e seus funcionários já devem ter ouvido diversas vezes e que, de fato, carrega muita verdade.

 

Vejamos: se a sua empresa é constituída fundamentalmente da inteligência de seus colaboradores, logo conclui-se que se houverem estímulos, essas inteligências serão ampliadas, o que consequentemente trará crescimento para a organização, correto?

Investir em seu time muito mais do que garantir o crescimento da sua empresa, produz colaboradores mais satisfeitos e isso reflete também na diminuição do turnover.

 

Mas por onde começar?

 

Comece perdendo o medo de investir no seu funcionário. Muitos gestores acabam deixando os investimentos no colaborador em segundo plano, pois temem sua saída. Mas acredite: a probabilidade de ele sair se sentir desinteresse por parte da empresa em seu crescimento profissional é muito maior.

 

Treinar o funcionário é uma atividade estratégica básica para o bom andamento de toda a organização e quando você investe nele está afirmando que acredita em seu potencial.

 

Como devo investir?

 

  • Faça um plano de carreira junto com seu colaborador. Descubra o que ele pretende fazer pelos próximos anos. Baseado nisso, ofereça cursos, especializações, workshops e eventos relacionados aos objetivos traçados neste plano. Essas ações trarão motivação ao funcionário, afinal você estará fornecendo a ele meios para avançar em seus objetivos profissionais.

 

  • Trabalhe com a possibilidade de recebimentos de bônus, promoções e aumentos salariais. Além de aumentar o comprometimento do time, você oferece a oportunidade de crescimento dentro da sua empresa.

 

  • Ofereça treinamento aos seus novos colaboradores. Quando a empresa fornece ferramentas e suporte para que o empregado absorva conhecimento e desenvolva seu potencial para o cargo através de uma preparação, os resultados são positivos. Pois a empresa passa a cultivar o sentimento de valorização no colaborador desde cedo.

 

  • Ofereça aos seus funcionários a liberdade de participar de alguns processos de decisão da empresa. Isso irá despertar nele o sentimento de pertencimento maior dentro da organização.

 

 

  • Observe aquele funcionário que está sempre buscando aprimorar suas habilidades investindo na própria carreira e ofereça a ele o auxílio da empresa. Estes são os mais engajados e leais.

 

  • Promova treinamentos dinâmicos para a sua equipe. Envolva pessoas de fora, traga novas experiências, novos olhares sobre a área.

 

Lembre-se: as pessoas têm o desejo de ficar em lugares que verdadeiramente acreditam em seu potencial. Por isso, considerar um investimento maior no treinamento do seu colaborador é investir em um time engajado, proativo, comprometido e leal a sua empresa.

 

Publicações

« Agosto 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Lista VIP

Que receber conteúdos exclusivos produzidos por especialistas em gestão e negócios? Deixe seu e-mail abaixo que enviaremos em primeira mão pra você!

Facebook

Precisa de ajuda com a gestão da sua empresa? Converse com um de nossos consultores especialistas na sua área! É GRÁTIS. Clique aqui

Scroll to top